General Heleno presidente do Brasil. Oi???

Foto: omercadodepeixe

Quem acessa o facebook com frequência com certeza já viu postagens favoráveis à volta da ditadura (aqui). Há inclusive um grupo de jovens que tenta refundar a ARENA (aqui).

Por mais discrepante que possa parecer, a manifestação pelo retorno da ditadura é uma manifestação que somente pode existir por vivermos numa democracia. Mais ou menos assim: na democracia você pode clamar por uma ditadura, na ditadura você não pode nem mencionar a palavra democracia.

Continuando. Há alguns anos me chamou a atenção ver adesivos em carros com os seguintes dizeres: Tô contigo general Heleno. À época ele era comandante militar da amazônia. Curiosamente, ver os adesivos com seu nome, me rememorou a primeira vez que estive em Rondônia, onde a primeira coisa que me chamou a atenção foi um adesivo que dizia: Ivo Cassol, tô contigo. Cassol era governador de Rondônia, e dali a pouco tempo seriam presos o presidente da assembléia legislativa e o do tribunal de justiça. Apesar de não ter sido preso, Cassol responde a vários processos por corrupção e tem inclusive condenações já no STF.

Longe de mim comparar Heleno a Ivo Cassol. Heleno tem formação sólida, foi primeiro de sua turma em Agulhas Negras, bem diferente do senador Ivo Cassol que é conhecido por conceder “aumenagens”.

Voltando à questão de um militar ser candidato. Vi uma entrevista uma vez do general Heleno no programa canal livre, na band (um programa jornalístico, nada a ver com o canal livre baré) e vi um homem extremamente inteligente e certamente preparado para qualquer cargo técnico que lhe for confiado. Percebam, eu disse técnico. Sempre houveram militares candidatos aos mais diversos cargos no Brasil, existem inclusive militares ocupando mandatos atualmente nas mais diversas casas legislativas em todas as esferas e inclusive no executivo Brasil a fora. Quando vejo essas mensagens de apoio ou estímulo a uma candidatura do general, vejo um quê de saudosismo da ditadura, saudosismo esse que mais me parece expectativa de um decepcionado com o PT do que realmente uma peculiaridade do general. Vi também ataques à uma possível candidatura dele como se isso fosse uma afronta à democracia. Vejo exatamente o contrário. Negar a ele o direito de disputar uma eleição é que é anti democrático.

Se Heleno fosse candidato, certamente teríamos o enriquecimento substancial do debate, afinal como já mencionei, é um homem inteligentíssimo, mas acho pouco provável que sua candidatura ganhasse corpo e apelo popular. Há uma diferença abissal entre capacidade técnica e capacidade política. Não imagino um homem com a formação de Heleno negociando com partidos para aumentar seu tempo de TV, só pra começar. Em minha humilde opinião a única forma de Heleno ser presidente do Brasil, caso venha ao menos a ser candidato, é num novo golpe militar, e um golpe militar, meus amigos, é algo que não veremos acontecer aqui tão cedo. (espero que nem tão tarde)

Anúncios

~ por Marcelo Amil em janeiro 29, 2014.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: