A NASA confirmou um planeta numa zona habitável, (clique aqui) que é aquela em que o planeta encontra-se numa distância do sol que permita a existência de água líquida, (resumidamente falando). O Kepler 22-B fica a 600 anos-luz da terra, o que, falando vulgarmente, é longe papoha. Sou um apaixonado por exobiologia, astronomia e afins, e quando li a matéria, a primeira coisa que pensei foi: Putz, jamais vamos chegar lá. Aí me ocorreu a inspiração pra essa postagem.

Vamos às seguintes perguntas:

Você acha que existe alguma coisa no horizonte, depois do oceano?

Você acha que um homem irá à lua?

Hoje em dias as respostas são dadas instantâneamente por qualquer criança de 8 anos. Sim, depois do horizonte, no oceano há outro continente! Sim, podemos ir à lua quando quisermos, já fomos antes! Claro que podemos voar, nunca entrou num avião?

Agora imaginemos a primeira pergunta, no ano 1200. A resposta de muito intelectuais e catedráticos, seria: Não há nada depois do horizonte. Haveria quem dissesse que haviam monstros e até mesmo que cairíamos do planeta.

Agora imaginemos a segunda pergunta, feita há 200 anos, em 1912. A resposta de muitos intelectuais seria não. A de alguns poucos visionários seria de que sim, mas jamais desenvolveremos tal tecnologia.

E agora chegamos onde eu queria.

Você acha que um dia poderemos percorrer distâncias anos-luz?

Bom, eu não sei se vou estar vivo pra ver, mas a minha resposta é de que com certeza absoluta isso vai acontecer.

Quem sabe um dia passemos férias em Kepler 22-b?

Anúncios

~ por Marcelo Amil em dezembro 19, 2012.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: