Se for verdade, voltamos à ditadura.

Li no Portal do Holanda (aqui), que ao contrário do que foi noticiado em TODOS os veículos de comunicação, e inclusive elogiado por mim no twitter (um elogio meu vale uma condecoração da ordem nacional do mérito, hehehe), a retirada dos invasores do tarumã foi sim eivada de violência, não só contra os invasores, o que por si só já é triste, mas contra a imprensa, o que é demasiado temerário. A polícia agindo com truculência, infelizmente é algo que já nos acostumamos a ver, e que tem sido combatido pelo ministério público, pelas corregedorias, e principalmente, pela liberdade de informação. Fosse simplesmente pelos mecanismos administrativos convencionais, eu tenho minhas dúvidas se aqueles “policiais” (entre aspas mesmo) que tentaram executar um adolescente desarmado e sem qualquer condição de reação, estariam presos. Houve um excelente trabalho da imprensa, que doutra banda, explorou muito bem o produto “violência”, vendendo muitos jornais por alguns dias. Ler que houve violência contra profissionais da imprensa é assustador. O Brasil já viveu isso. Jornais tinham que publicar sempre a “verdade” oficial, e jornalistas ou obedeciam, ou, se tivessem muita sorte, simplesmente tinham que procurar outro emprego. Uma vez ouvi de um amigo meu, jornalista, que jornalista amazonense não tinha opinião, quem tinha era o dono do jornal. Se isso for verdade, o que eu sinceramente, ainda não consigo acreditar que tenha sido plenamente da forma como o portal colocou, temamos, meus amigos… temamos.

Anúncios

~ por Marcelo Amil em junho 20, 2011.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: