Mera vontade de escrever

Sabe aqueles exercício de exaustão, em que você fica fazendo algo inicialmente sme sentido, repetitivo, mas que no decorrer, de tanto repetir, acaba levando a outra coisa, geralmente inesperada e geralmente bem interessante? Pois é, tô vivendo isso nesse momento. Tava com vontade de escrever, mas tava sem idéia nenhuma. Na verdade, continuo sem idéia nenhuma. Nesse momento tô no escritório, vestindo camisa social azul, calça marrom, sapato preto, tô bem arrumadinho. Tava com um sono inacreditável, mas felizmente ele foi passando. O escritório tá com um cheirinho ótimo de pinho, hoje a Dona Maria deu uma geral aqui e caprichou. Tá rolando Tear for fears no MP3 e estou pensando seriamente no que vou(…)  pausa pra dar um telefonema que não foi atendido (…) no MP3 começou a rolar agora Air Supply, que eu infelizmente não assisti quando veio aqui em Manaus, e provavelmente só volta em outra encarnação, tanto deles quanto minha.  Usando dois monitores, como tenho feito, me sinto poderosíssimo, num fica só o msn, no outro meu navegador. Mandei um mail importante que até agora não foi respondido. Acabei de ver no portal do holanda o título de um artigo numa coluna, que está com erro de português. Ao invés de “por quê”, lê-se “por que”. Pode ter sido um mero esquecimento do acento, já que o restante do texto está escrito em português perfeito. E dá-lhe Air Supply, rolando making love out of a nothing at all. Hoje eu corto os pulsos. De verdade, tô adorando esse exercício pessoal de escrever sem propósito, acho que vou fazer isso mais vezes. Relaxa, diverte, e tenho certeza que quando eu ler o resultado pronto, certamente vou rir bastante também. (…) telefonando de novo, dessa vez foi atendido  (…). Tá dando vontade de terminar o texto, mas em exercícios de exaustão, essa é exatamente a hora em que deve-se insistr no que se está propondo-se a fazer. Putz, pq será que eu insisto em musiquinhas que eu sei que são pré suicídio? Maluquice, sei lá. (..)     (..) É, acho que a inspiração acabou mesmo.  Vou finalizar por aqui, ler como ficou, ver se eu escrevi algo sem me dar conta, e se tiver maiores impressões eu posto nos comentários. Me senti meio foquinha com essa, meio que batendo palmas pra mim mesmo, hahaha. O desafio agora vai ser escolher uma foto, uma imagem, alguma coisa pra ilustrar, mas vou revirar meus arquivos aqui e encontrar algo. Se quiser comentar, fique à vontade. Se não quiser, eu nunca os obriguei a nada mesmo, hehehe.

Anúncios

~ por Marcelo Amil em maio 25, 2011.

3 Respostas to “Mera vontade de escrever”

  1. Agora, lendo, percebi algumas falhas, recorrentes em minha digitação, por sinal, no texto. Geralmente as corrijo, mas como este texto é propositalmente despropositado, acho que o mais correto é manter do jeito que está mesmo.

  2. Tocando Celine Dion. Pq ainda não me matei? Ia comentar sobre a foto, essa foto foi tirada em Campinas em 2006, se não me engano. Gotso muito dela, tem muito a ver comigo. Mochila nas costas, olhar no horizonte, poeira levantando.

  3. Tears for Fears, Air Supply, Celine Dion…

    Como diria o James, amigo do Chris, do famoso seriado vespertino:

    “Cara, você deve ter algum problema!”….hehehehehhehe

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: