O gol contra da Rede Calderaro

A Rede Calderaro de Coomunicação, enviou uma correspondência à Rede Amazônica impondo fortes restrições à veiculação do campeonato amazonense.

Algumas coisas, inicialmente devem ser esclarecidas.

– Em momento nenhum, ventilou-se qualquer mácula à exclusividade de transmissão pertencente à RCC.

– A RCC, ao contrário do que se pensa no imaginário popular, não foi boazinha com os clubes. Ela enxergou um negócio, entrou, naturalmente, pra ganhar dinheiro, (e de outra forma não poderia ser, afinal são uma empresa, seu objetivo é o lucro, e eles estão certos) e ganhou. Não teve qualquer prejuízo no campeonato. O amazonense está sendo um produto lucrativo como qualquer outro do grupo calderaro.

– Em minha leiga visão, posso estar errado, o que se tinha era apenas a concorrência divulgando um produto sobre o qual eles detem exclusividade. A concorrência iria dizer aos clientes: Assistam a RCC, pois esse campeonato do qual estamos falando, só passa lá!

– No campeonato amazonense, já temos pouco, e a persistir essa medida burra, teremos menos ainda.

– O contrato dos clubes com a RCC deveria ser rediscutido, não simplesmente por essa atitutde despótica e insana, mas principalmente pelo valor irrisório repassado aos clubes. R$ 11.000,00 aproximadamente é o que cada um recebe da RCC por sua imagem. Isso dá à RCC duas marcas na camisa de cada um dos clubes, isso dá à RCC exclusividade na veiculação de propaganda nas laterais do campo. E eu não estou falando de onze mil mensais, é uma cota única por todo o campeonato. Dividido por 5 meses, que é a duração do campeonato, Isso dá R$ 2.200,00 mês. Ou seja falando em números, esse é o menor dos patrocínios dos clubes. Por outro lado, lógico que ter transmissão aumenta exponencialmente a possibilidade de conseguir patrocínios, mas contudo, a crítica comprou uma mina de ouro a preço de banana.

– O produto mostra-se tão bom, que a crítica quer cada vez mais exclusividade.

A revisão de cotas, não deve em momento nenhum ser medida de gentileza da RCC, o capitalismo não é gentil, deveria sim ser objeto de discussão dos principais interessados, os clubes, vou me ater aqui à proibição da RCC. Quando as coisas começam a dar grandes passos pra frente, vem um passo pra trás desses. A globo é dona dos maiores estaduais do país, e mesmo assim a Record faz matérias com os clubes, com os jogos, dentro do gramado, entrevista jogadores, faz mesa redonda e enquete. A ESPN, o mesmo em relação à SPORTV e vice versa. Pq só aqui no pequenino campeonato amazonense vamos ter essa proibição besta?

Espero sinceramente que a RCC reveja essa posição e mostre os grandes profissionais que são, não impedindo que seus concorrentes, divulguem um produto que, contratualmente, é só seu.

Anúncios

~ por Marcelo Amil em fevereiro 1, 2011.

2 Respostas to “O gol contra da Rede Calderaro”

  1. A acritica comprou algo que muitos no amazonas não valorizou e agora que começou a dar lucro as outras emissoras resolveram querer parte do bolo. Como o Dudu disse em um programa dia 31 na Tv UFAM, aqui existem muitas empresas grandes que ganham BOA parte de seu lucro no amazonas e elas se quer apoiam um time daqui.

    • Na verdade o campeonato não começou a dar lucro agora não, ele deu lucro desde o primeiro ano. A crítica teve foi mais faro comercial que a Rede Amazônica. Mas nosso caso é um caso atípico. Tínhamos muito pouco, por isso aceitamos o “qualquer coisa” que a RCC ofereceu, e eu repito, ela não fez isso pq ama o Amazonas simplesmente, fez isso por enxergar potencial comercial.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: